Um blog criado pelo prazer de escrever sobre música

Decepcionados com “Lulu”, a infame parceria do Metallica com Lou Reed, muitos fãs encararam o EP “Beyond magnetic” como uma prova de que a banda ainda era capaz de lançar bons discos. Das quatro faixas, todas sobras de “Death magnetic”, apenas “Hate train”, a primeira, pode ser considerada realmente boa. As outras são ok. “Beyond magnetic” é um esforço honesto do Metallica, mas que não pode ser considerado uma volta à boa forma e que passa longe dos melhores discos da banda.

Decepcionados com “Lulu”, a infame parceria do Metallica com Lou Reed, muitos fãs encararam o EP “Beyond magnetic” como uma prova de que a banda ainda era capaz de lançar bons discos. Das quatro faixas, todas sobras de “Death magnetic”, apenas “Hate train”, a primeira, pode ser considerada realmente boa. As outras são ok. “Beyond magnetic” é um esforço honesto do Metallica, mas que não pode ser considerado uma volta à boa forma e que passa longe dos melhores discos da banda.

"Hothouse stomp", da Ghost Train Orchestra do multiinstrumentista Brian Carpenter, é uma homenagem ao jazz das big bands da década de 1920. Carpenter foge dos standards óbvios e resgata composições obscuras. Os arranjos criam um clima retrô, mas os solos são bastante modernos.

"Hothouse stomp", da Ghost Train Orchestra do multiinstrumentista Brian Carpenter, é uma homenagem ao jazz das big bands da década de 1920. Carpenter foge dos standards óbvios e resgata composições obscuras. Os arranjos criam um clima retrô, mas os solos são bastante modernos.

"The wall" encerra a série de relançamentos do Pink Floyd. A versão Experience que chega agora às lojas traz o disco duplo cuidadosamente remasterizado e um terceiro CD com composições inacabas. Aqui está a graça desta edição. São 27 "rascunhos" que dão uma ideia de como as músicas foram evoluindo. Indicado para os fanáticos pela banda, que vão curtir explorar tantas demos.

"The wall" encerra a série de relançamentos do Pink Floyd. A versão Experience que chega agora às lojas traz o disco duplo cuidadosamente remasterizado e um terceiro CD com composições inacabas. Aqui está a graça desta edição. São 27 "rascunhos" que dão uma ideia de como as músicas foram evoluindo. Indicado para os fanáticos pela banda, que vão curtir explorar tantas demos.

Em seu disco mais recente, “Sound travels”, o lendário baterista Jack Dejohnette busca inspiração nos ritmos latinos para criar composições acessíveis e modernas que dão amplo espaço para o trabalho fenomenal de Esperanza Spalding e do guitarrista Lionel Loueke, dois dos músicos que acompanham Dejohnette.

Em seu disco mais recente, “Sound travels”, o lendário baterista Jack Dejohnette busca inspiração nos ritmos latinos para criar composições acessíveis e modernas que dão amplo espaço para o trabalho fenomenal de Esperanza Spalding e do guitarrista Lionel Loueke, dois dos músicos que acompanham Dejohnette.

Criei esse blog pelo prazer de escrever sobre música.

Criei esse blog pelo prazer de escrever sobre música.